09 Mar

Aplicação de comunicação foi redesenhada para os clientes empresariais.

Aplicação de comunicação foi redesenhada para os clientes empresariais. A seguir Mais vistas FOTOGALERIA Os impostos mais estranhos do mundo EBAY eBay. De um almoço a um relógio, os artigos mais caros de 2016 foram… MEDIA SIC reestrutura. Saem até 20 pessoas da estação MULHERES Os 10 melhores países estrangeiros para as mulheres trabalharem INVESTIMENTO Cannabis.

Os fundos que apostam neste negócio de 50 mil milhões Hangouts Chat e Hangouts Meet são as novas aplicações de comunicação viradas para empresas da Google, anunciadas hoje no evento Next, que decorre em São Francisco. A intenção é aumentar o uso destas ferramentas entre os clientes empresariais da gigante, adicionando uma série de funcionalidades e redesenhando o núcleo para as tornar mais leves. “Os Hangouts sempre foram muito usados pelos clientes empresariais. Redesenhámos o produto e separámos em duas aplicações” , explicou ao Dinheiro Vivo o vice-presidente de engenharia da Google, Prabhakar Raghavan.

Google-Hangouts-Google-Plus

O mais interessante dos dois é o Hangouts Meet, aplicação de videoconferência que elimina uma série de obstáculos comuns neste tipo de ferramentas. A Google decidiu redesenhá-la completamente porque estava obsoleta e a ficar muito pesada. “Quando os utilizadores abriam o produto era lento a arrancar, não podia ser. Agora é mais rápido e leve”, sublinha Raghavan. “Os clientes diziam-nos que o maior desafio na videoconferência era entrar nela.” Por isso, esta nova versão não requer códigos, números, downloads ou plugins. “É apenas um URL que leva até à reunião virtual, não interessa se a pessoa trabalha na mesma empresa, se usa G Suite ou se tem um Google ID.”

 

 

 

 

Outra possibilidade é entrar com número de telefone, para os colaboradores que estão em viagem e não têm conexão à internet, por exemplo. “Foi das coisas mais usadas no período de teste”, revelou o executivo. “Tudo funciona em segundos: não queremos que os clientes demorem cinco ou dez minutos a entrarem nas videoconferências. Foi essa a nossa obsessão, pôr a videoconferência a começar rapidamente.”

No caso do Hangouts Chat, a ideia é criar uma ferramenta de conversação que não é necessariamente em tempo real – por exemplo, alguém faz uma pergunta e a resposta pode vir em dois minutos ou dois dias. As equipas podem criar várias salas para discutir projetos diferentes, estratégias de comunicação, etc. Está integrada com o Google Drive, por isso é possível arrastar e largar documentos dentro das salas.

Também tem buscas estruturadas e scripts de empresas parceiras incorporadas – casos da Asana, Box, ProsperWorks e Zendesk. E porquê desenhar mais duas apps de comunicação, quando já existem tantas e a própria Google lançou a Allo e a Duo no ano passado? Raghavan explica: “Nenhum produto resolve tudo. Os casos de utilização de consumo são muito diferentes do uso de clientes empresariais.” E estes Hangouts são para empresas.

 

Fonte: Dinheiro Vivo

Comente